Integração latino-americana…, apesar de Bolsonaro


Por Sergio Ferrari

Ginebra

Na segunda semana de fevereiro, o conselho de administração do Parlasur, liderado pelo seu novo presidente, Oscar Laborde, se reunirá em Buenos Aires. O novo ministro das Relações Exteriores argentino, Felipe Solá, prometeu sua presença na reunião. No final de dezembro, Solá se reuniu com os membros desse legislativo regional e reiterou que, para o novo governo, esta é uma instância “preponderante”.

Essa posição envolve mudanças substanciais. Mais uma vez, os parlamentares regionais são valorizados pelo governo argentino. Durante os quatro anos de mandato de Mauricio Macri, os legisladores do Parlasul e o próprio órgão regional foram virtualmente ignorados. Não dando cumprimento a uma obrigação legal, Macri não incluiu no processo eleitoral de 2019 a eleição de deputados argentinos para o Parlasur. Então, o órgão regional ratificou o mandato dos deputados argentinos que haviam sido eleitos em 25 de outubro de 2015.

Oscar Laborde, um dos principais atores na construção das relações regionais argentinas, terá um grande desafio pela frente: garantir o funcionamento e a dinamização do Parlasul. E promover a política de integração do novo governo, radicalmente oposta à não integração regional defendida por seu colega brasileiro Jair Bolsonaro.

Como discutia em sua coluna semanal na Cítrica Radio feita na terceira semana de janeiro, Oscar Laborde, um bom analista internacional, lembra a disposição de Alberto Fernández de fortalecer a relação com o México para “não ficar isolado… nem aprisionado em uma controvérsia sul-americana com o Brasil”.

Em uma análise publicada no Cohete a la Luna, Laborde reivindicava a importância de Celac como um marco “natural da associação continental”.

A decisão do Brasil, em meados de janeiro deste ano, de suspender sua participação na Celac, criada em 2010, composta por 33 nações e presidida a partir de 2020 pelo México, “é uma forma de boicotar” qualquer coisa que possa significar uma política continental integradora e soberana, concluiu Laborde. (PE).

Tradução: Conchita Rosa De Lima

SN 044/20

Responder

Por favor, inicia sesión con uno de estos métodos para publicar tu comentario:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s